mulher-feliz-pc

O segredo para conseguir mais alunos está em uma combinação de fatores. Professores particulares de sucesso possuem algumas características em comum: eles amam o que fazem, possuem uma ideia clara dos seus negócios e se preocupam com a qualidade do ensino. O resultado dessa combinação é belíssimo: seus alunos aprendem e ainda ajudam com o marketing orgânico, o famoso boca-a-boca.

Bem-vindo ao mundo do empreendedorismo! Ser professor particular significa mais independência, mas as responsabilidades aumentam na mesma proporção que as possibilidades de maiores rendimentos. Ter seu próprio negócio consiste em transitar entre diversas áreas (financeira e administrativa, por exemplo), oferecer serviços de qualidade e atrair o maior número de alunos possível. Os caminhos do empreendedorismo estão cheios de obstáculos, mas é extremamente recompensador construir seu negócio do zero, da forma como sempre idealizou.

Tanto para quem está começando como para quem está na profissão há alguns anos, um dos constantes desafios enfrentados é o de manter, ou expandir, o número de alunos. Alguns alunos contratam poucas sessões enquanto outros permanecem por anos para aprender com profundidade um idioma ou um instrumento musical, por exemplo. A verdade é que o número de alunos, assim como em escolas de curso livre, é flutuante – seja por sazonalidade ou situação econômica. Sabendo desta realidade, a melhor estratégia para ter mais alunos é investir em suas técnicas de ensino, definir seu público-alvo, e claro, ser um excelente professor. O seu melhor marketing é ter alunos que alcançaram seus objetivos acadêmicos e profissionais com a sua ajuda.

Gostaria de saber o passo-a-passo para ter mais alunos? Confira as dicas abaixo:

1. Ame lecionar

Este é um fator essencial para o sucesso na profissão. Não inicie a carreira de professor se não apreciar o processo de transmitir conhecimento. É bastante prazeroso, mas também extremamente desgastante, pois requer energia, paciência e boa vontade. Lecionar é um processo constante de doação e motivação. Apesar de esperarmos uma compensação financeira pelo nosso trabalho, o que está em nosso coração conta muito na escolha da profissão de professor particular. Quando se ama o que faz, o dinheiro é apenas uma consequência do seu bom trabalho.

E como você sabe se ama lecionar? 

  • – Dinheiro não é primariamente seu foco de interesse;
  • – Sua curiosidade o leva naturalmente a pesquisar sobre o tema;
  • – A ideia de fazer parte do progresso intelectual do aluno traz satisfação.

Lecionar é apaixonante para quem gosta.


2. Defina o foco do seu negócio

Saiba seus limites dentro da sua profissão. Quem foca em tudo, no fim, não foca em nada. Por isso é bom ter uma visão clara sobre o seu negócio. Considere pontos como:

  • – Que tipo de professor deseja ser (teaching persona);
  • – Faixa etária e perfil dos alunos que gostaria de lecionar;
  • – Metodologias e materiais preparados para cada faixa etária;
  • – Se prefere trabalhar com grupos ou aulas individuais;
  • – Dar aulas online ou presenciais;
  • – Saber seus horários nobres para oferecer descontos nos horários menos populares.

Estabelecer seus critérios de atuação o ajudará a definir muitas coisas, como onde fazer sua propaganda, quais materiais adquirir e onde irá trabalhar. Criar esse tipo de estrutura facilita, e muito, a manter a consistência e garantir a escalabilidade do seu negócio.

 

3. Saiba dizer não

Você deve aceitar o aluno que esteja dentro do seu público-alvo. Imagine como seria difícil ensinar inglês a uma criança de 3 anos se você apenas se especializou em inglês para negócios? Lembre-se de que mesmo que esteja precisando de novos alunos, sempre será um risco aceitar um aluno que não consiga ensinar, seja por falta de material específico, ou experiência. Por quê? Porque seu aluno simplesmente pode não aprender, frustrar-se com a matéria e com a própria capacidade de aprender. Então o melhor a fazer é ser franco: exponha sua área de atuação e administre as expectativas do aluno ou responsável sobre o desafio caso ambas as partes estejam dispostas a tentar. Se for possível indicar um colega que tem aquele aluno como público alvo, além de honesto, deixará uma impressão positiva sobre seu profissionalismo. Ter uma boa atitude faz muita diferença!

4. Defina sua teaching persona

Sua teaching persona (Standford Teaching Commons) irá definir como você irá se projetar durante suas aulas, e isso inclui uma série de fatores:

  • – Como você irá se referir aos seus alunos;
  • – Como seus alunos irão se referir a você;
  • – Como você irá se apresentar aos alunos.

Por exemplo, se ensina inglês, uma ideia utilizada por alguns professores é chamar seus alunos pela versão inglesa do nome. Por exemplo, João pode ser chamado de Mr. John, que além de introduzir um toque interessante à aula, também insere seus alunos em um contexto internacional, convidativo para o aprendizado do idioma. Claro que existem muitas outras ideias que não necessariamente consistem em modificar o nome do aluno. O ponto principal é introduzir elementos interessantes que influenciem e inspirem seus alunos a se interessar pela matéria. Pequenos detalhes como o descrito já definirão parte da sua teaching persona, que não precisa ser necessariamente parecida com a sua personalidade. Outro elemento que, sim, pode definir o tom da sua comunicação com o aluno é a forma como se apresenta. Roupas informais aproximam alunos e professores ao passo que roupas mais formais tendem a inspirar autoridade e credibilidade. Tudo dependerá da sua personalidade, do seu público-alvo e de como deseja ser visto. Tendo em mente que isso compõe sua imagem, é sempre bom considerar a forma como deseja se apresentar profissionalmente.

5. Conte sua história

Falar um pouco sobre você vai além da sua teaching persona. É o momento em que o professor se permite contar um pouco da sua história seja para inspirar ou para dar o exemplo. O grande diferencial de ser professor particular é a oportunidade de interagir com o aluno e preparar aulas exclusivas para a personalidade de cada um. Se o professor gosta de Star Wars, ou se faz trabalho voluntário, é sempre bom aproximar-se do aluno ao listar alguns de seus interesses. Desta forma, o aluno também se sentirá à vontade em compartilhar um pouco sobre seus próprios hobbies e interesses. Pedagogicamente, é bom conectar-se com seus alunos. O aprendizado é muito mais eficiente quando o professor e o aluno atingem um nível de comunicação mais pessoal. Alunos são pessoas normais, indivíduos complexos, que estão ali para aprender (Schaberg, 2015). O nível de proximidade ao aluno, no entanto, deve ser dosado, de forma que supra somente as necessidades de uma interação pedagógica eficiente. Estreitar muito os laços afeta seu profissionalismo e também o aprendizado do aluno.

6. Divulgue seu trabalho

Não perca as oportunidades que existirem para divulgar seu trabalho. Esteja sempre preparado: tenha sempre consigo seu cartão de visitas com todas as informações que precisa passar para seu possível aluno. No entanto, é bom traçar uma estratégia de marketing para seu negócio:

  • – Onde o seu público-alvo circula? Empresas ou escolas?
  • – Onde encontrá-los online?
  • – Já pensou em ter uma presença local forte e fazer sua divulgação em locais perto de sua residência?

Resumindo: esteja onde seus alunos estão e faça com que sua presença seja notada. Se você tiver uma página na internet sobre seu negócio, peça apoio aos seus alunos e amigos. Não tenha vergonha de pedir! É bem provável que alguém da rede de contatos dos seus amigos ou alunos esteja interessado em ter aulas com você.

7. Incorpore tecnologia

Diversas startups de EdTech (Education Technology) têm surgido para ajudar o professor de diversas formas, economizar tempo e/ou conectar professores e alunos! Ter uma presença online eleva seu profissionalismo às alturas! Já pensou em ter em seu cartão de visitas com apenas um link, ao invés de várias formas de comunicação? Responder simultaneamente e-mails, WhatsApp e Facebook é extremamente exaustivo. Que tal receber pedidos de aula e apenas aceitar e recusar propostas com apenas um clique? Websites como o Tutor.id (https://tutor.id/pt), ainda em sua fase beta aqui no Brasil, ajudam o professor não somente a administrar seu negócio (agendamento, pagamentos, contabilidade automatizada), mas também oferecem ao professor uma linda página online com a funcionalidade do calendário, onde os alunos podem:

  • – Marcar aulas;
  • – Escolher melhores preços (o professor adiciona desconto nos horários menos nobres);
  • – Escolher a localização da aula;
  • – Pagar as aulas respeitando as políticas de agendamento e cancelamento estabelecidas pelo professor.

A tecnologia otimiza a comunicação entre alunos e professores. O Tutor.id possibilita o agendamento sem a necessidade de contato direto, respeitando as políticas de cancelamento do
professor, economizando muito tempo e dinheiro.

Espero que estas dicas os ajudem a colocar seus negócios de aulas particulares em perspectiva e os ajudem a prosperar!

Fontes:

1 – Minha experiência como professora particular.

2 – Stanford Teaching Commons. “Establishing an effective teaching persona”. Acessado em https://teachingcommons.stanford.edu/teachingwriting/teaching-guide/classroom-practices/establishing-effective-teaching-persona

3 – Schaberg, Christopher & Mark Yakich.  “How Should a Professor Be?” Inside Higher Ed. 2015 Sept. 2.  Web. 4 Jan. 2016.

Karen Roosileht

Karen Roosileht

Meu nome é Karen Roosileht. Trabalhei como professora particular de inglês, e notei que não havia até então uma plataforma criada para causar um impacto positivo para professores particulares. Idealizei o Tutor.id com o intúito de empoderamento de professores empreendedores. A plataforma ajuda o professor a administrar seu negócio de aulas particulares, automatizando tarefas administrativas, economizando muito tempo e possibilitando o aumento de até 30% dos rendimentos (sim, testamos o produto, cronometramos e ficamos abismados com quanto tempo perdemos).
Quer saber mais sobre minha história? Acesse: http://bit.ly/karinroosileht
Quer falar comigo? https://tutor.id/karen

DEPROFPRAPROF-LOGO-COLORIDO-HORIZONTAL

© 2018 DeProfPraProf. Todos os Direitos Reservados.